3 de outubro de 2014

Deus e a Hostilidade Humana.

Nos capítulos 10 e 11de Daniel nos conduz outra vez a uma sequência para a sucessão de nações pela última vez. A cada sucessão profética são revelados maiores detalhes, podemos esperar descobrir novas e excitantes informações sobre o tempo do fim em Daniel 11.

PROBLEMAS EM DANIEL 10

Este estudo rapidamente nos mostrará que o contexto de Daniel 10 está no contexto de Daniel 11. Daniel 10 revela o grande conflito acontecendo nos eventos da história do mundo.

1.      Que fez Daniel por três semanas?
Rª: “NO terceiro ano de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome era Beltessazar; a palavra era verdadeira e envolvia grande conflito; e ele entendeu esta palavra, e tinha entendimento da visão. Naqueles dias eu, Daniel, estive triste por três semanas. Alimento desejável não comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com unguento, até que se cumpriram as três semanas. (Daniel 10:1-3)

2.      Quem apareceu a Daniel no final das três semanas?
Rª: “E no dia vinte e quatro do primeiro mês eu estava à borda do grande rio Hidequel; E levantei os meus olhos, e olhei, e eis um homem vestido de linho, e os seus lombos cingidos com ouro fino de Ufaz; E o seu corpo era como berilo, e o seu rosto parecia um relâmpago, e os seus olhos como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés brilhavam como bronze polido; e a voz das suas palavras era como a voz de uma multidão. E só eu, Daniel, tive aquela visão. Os homens que estavam comigo não a viram; contudo caiu sobre eles um grande temor, e fugiram, escondendo-se. Fiquei, pois, eu só, a contemplar esta grande visão, e não ficou força em mim; transmudou-se o meu semblante em corrupção, e não tive força alguma. Contudo ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo o som das suas palavras, eu caí sobre o meu rosto num profundo sono, com o meu rosto em terra. E eis que certa mão me tocou, e fez com que me movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos.” (Daniel 10:4-10)
 Nota: Uma comparação do homem desta visão é aquela que está em Apocalipse 1, mostra que esta pessoa que apareceu a Daniel não é nenhum outro senão o Próprio Jesus.

3.      Por que Jesus não veio ajudar Daniel logo que ele começou a orar?
Rª: “E me disse: Daniel, homem muito amado, entende as palavras que te vou dizer, e levanta-te sobre os teus pés, porque a ti sou enviado. E, falando ele comigo esta palavra, levantei-me tremendo.
Então me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia.” (Daniel 10:11-13)


Nota: “Miguel – Heb. Mika´el, literalmente “o que é como Deus”. Aqui é descrito como “um dos principais príncipes – em Heb. Sarin – posteriormente é descrito como o protector especial de Israel (cap. 12:1). Não se declara exactamente a sua identidade, mas uma comparação com outras passagens ele é identificado como Cristo. Em Judas 9 é chamado “o Arcanjo” e em 1ª Tes. 4:16, se relaciona como “a voz do Arcanjo” com a ressurreição dos santos por ocasião da vinda de Jesus. Cristo declarou que os mortos sairiam das sepulturas quando ouvirem a voz do Filho do Homem (João 5:28). Por isso parece claro que Miguel não é outro senão o mesmo Senhor Jesus.
O nome Miguel só aparece na Bíblia em passagens apocalípticas (Dan. 10:13, 21; 12:1; Judas 9; Apocalipse 12:7).
Deus revela a Daniel uma batalha cósmica ocorrendo. Ciro reinava como rei da Pérsia, mas Daniel está a mostrar que existia uma força cósmica a contra Ciro. Este poder cósmico é Satanás e os seus anjos, os quais faziam o seu melhor para influenciar o rei da Pérsia a fim de preveni-lo sobre cumprir a profecia de reconstrução do templo. Por três semanas a batalha continuou. Jesus foi vitorioso. Ele assegurou a Daniel que o futuro está sob o controle de Deus.

4.      Qual seria o assunto do restante desta visão?
Rª: “Agora vim, para fazer-te entender o que há-de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; porque a visão é ainda para muitos dias.” (Daniel 10:14)

5.      Daniel se enfraqueceu durante a revelação do que aconteceria ao povo de Deus. O que Deus fez a Daniel?
Rª: “E, falando ele comigo estas palavras, abaixei o meu rosto para a terra, e emudeci. E eis que alguém, semelhante aos filhos dos homens, tocou-me os lábios; então abri a minha boca, e falei, dizendo àquele que estava em pé diante de mim: SENHOR meu, por causa da visão sobrevieram-me dores, e não me ficou força alguma. Como, pois, pode o servo do meu senhor falar com o meu senhor? Porque, quanto a mim, desde agora não resta força em mim, e nem fôlego ficou em mim. E aquele, que tinha aparência de um homem, tocou-me outra vez, e fortaleceu-me. E disse: Não temas, homem muito amado, paz seja contigo; anima-te, sim, anima-te. E, falando ele comigo, fiquei fortalecido, e disse: Fala, meu senhor, porque me fortaleceste.” (Daniel 10:15-19)
Nota: Que revelação de Deus! Ele veio ao profeta, tocou nele e deu sua força novamente.

6.      Quais são as próximas duas forças que afetariam os compromissos do povo que Deus teria de enfrentar?
Rª: “E ele disse: Sabes por que eu vim a ti? Agora, pois, tornarei a pelejar contra o príncipe dos persas; e, saindo eu, eis que virá o príncipe da Grécia. Mas eu te declararei o que está registrado na escritura da verdade; e ninguém há que me anime contra aqueles, senão Miguel, vosso príncipe.” (Daniel 10:20, 21)
Nota: A Daniel foi permitido ver que Deus trabalha contra as tentativas de Satanás de subverter o Seu Divino propósito de dirigir a história do mundo conforme a Sua vontade. As coisas não acontecem por acaso.

OS EVENTOS DE DANIEL 11

7.      Com que império Daniel 11 começou?
Rª: “E agora te declararei a verdade: Eis que ainda três reis estarão na Pérsia, e o quarto acumulará grandes riquezas, mais do que todos; e, tornando-se forte, por suas riquezas, suscitará a todos contra o reino da Grécia.” (Daniel 11:2)
Nota: Os quatro reis que se seguiram após Ciro mencionados neste verso são Cambyses,  Smerdis, Dario e Xerxes (ou Assuero, marido da rainha Ester).

8.      Quem é o rei poderoso que surgiria e o que acontece após a sua morte?
Rª: “Depois se levantará um rei valente, que reinará com grande domínio, e fará o que lhe aprouver. Mas, estando ele em pé, o seu reino será quebrado, e será repartido para os quatro ventos do céu; mas não para a sua posteridade, nem tampouco segundo o seu domínio com que reinou, porque o seu reino será arrancado, e passará a outros que não eles.” (Daniel 11:3 e 4)
Nota: Este poderoso rei é Alexandre o Grande. Após a sua morte, seu reinado foi dividido entre quatro de seus generais. Observe que o paralelo entre Daniel 2, 7, 8 e 11 são similares.

9.      Que símbolo é utilizado para descrever os dois poderes no reino grego que lutariam um contra o outro?
Rª: “E o rei do norte virá, e levantará baluartes, e tomará a cidade forte; e os braços do sul não poderão resistir, nem o seu povo escolhido, pois não haverá força para resistir.” (Daniel 11:5-15)
Nota: Esta parte da visão documenta várias batalhas que aconteceram entre os diferentes reis que se seguiram e que governaram o império de Alexandre. Os símbolos que Daniel utiliza para estes vários reis se tornam dominantes de Daniel 11: o “Rei do Norte” e o “Rei do Sul”.

10. Daniel 11:16-30 dá detalhes do império romano pagão. Quais são as poucas descrições que Daniel dá deste poder?

1)      “E em seu lugar se levantará quem fará passar um arrecadador pela glória do reino; mas em poucos dias será quebrantado, e isto sem ira e sem batalha.” (verso 20).
Nota: Esta é uma referência a César Augusto, que se tornou o grande tributador do povo.

2) “E com os braços de uma inundação serão varridos de diante dele; e serão quebrantados, como também o príncipe da aliança.” (verso 22).
Nota: Este foi o império romano pagão que “destruiu” e crucificou Jesus Cristo na cruz.

3) “Então tornará para a sua terra com muitos bens, e o seu coração será contra a santa aliança; e fará o que lhe aprouver, e tornará para a sua terra.”  (verso 28).
Nota: Roma pagã (agora, o “Rei do Norte”) procurou destruir o compromisso de Deus e do povo de Deus através da perseguição e distorção de sua doutrina.

11. As próximas descrições dos versos 31-39 retratam as atividades do papado. Você observará que muitas das mesmas descrições encontradas em Daniel 7 e 8 reapareceram agora em Daniel 11 e nos ajudarão a identificar o poder que está sendo retratado.

4) “E braços serão colocados sobre ele, que profanarão o santuário e a fortaleza, e tirarão o sacrifício contínuo, estabelecendo abominação desoladora.” verso 31)

Nota: Em estudo anterior foi identificado claramente o papado como aquele que destruiria o ministério de Jesus no santuário celestial, por fazer o serviço do santuário na terra ao invés do santuário celestial.

5) “E este rei fará conforme a sua vontade, e levantar-se-á, e engrandecer-se-á sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas espantosas, e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito.” (verso 36).
Nota: Aqui novamente está a referência para a blasfémia clamada pelo chifre pequeno (agora, o “Rei do Norte”), como uma tentativa de se exaltar a si próprio acima de Deus.

Os 1260 Anos de Domínio Papal - A igreja recompensou os que concordaram com ela e perseguiu aqueles que assim não o fizeram. Por 1260 anos, o povo de Deus foi sobrepujado pelas chamas e espada (verso 33). A queima de cristãos nas estacas foi oficialmente sancionada pela igreja. Os Estados Unidos, no verso 34, forneceu ajuda. Este verso provavelmente se refere à terra dos Estados Unidos que tornou-se um refúgio para aqueles que fugiam da perseguição no século XVII. Os versos 36 - 39 detalham exatamente as ações do papado.

12. Quando os eventos dos versos 40-45 ocorrerão e o que acontecerá neles?
 “E, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele, e o rei do norte se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas suas terras e as inundará, e passará.” (Daniel 11:40)
Nota: Vimos nos capítulos 7 e 8 de Daniel que o tempo do fim se inicia depois da queda de Roma papal em 1798. Este tempo se iniciou com o início do julgamento, o qual descobrimos que começou em 1844. Estes eventos ocorreriam na terra enquanto a purificação do santuário estivesse ocorrendo no céu. A Revolução francesa - A França (agora, o “Rei do Sul”) com a revolução especificamente tentou destruir o papado. Por volta do ano de 1798, o papa foi preso e morreu no cativeiro. Roma foi feita uma república e os estados papais dissolvidos.

13. Que terra o rei do norte invadiu e o que aconteceu nesta invasão?
“E entrará na terra gloriosa, e muitos países cairão, mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e os chefes dos filhos de Amom. E estenderá a sua mão contra os países, e a terra do Egito não escapará.” (Daniel 11:41 e 42)
Nota: Mas o papado ("Rei do Norte") atacará os franceses. Os sistemas e ideologias introduzidos pela revolução, especialmente o comunismo, foram derrubados pela igreja. Porque ela se coloca acima de Deus, atacando a verdade. A terra gloriosa, significa o povo de Deus, ou o remanescente. Os povos de Edom, Moabe e Amom indicam que depois da crucifixão de Cristo, o povo de Deus não era mais limitado à área da Israel.

14. O que acontecerá ao Rei do Norte (papado) em Daniel 11:44 e 45?
Rª: “Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos. E armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o monte santo e glorioso; mas chegará ao seu fim, e não haverá quem o socorra.”
Nota: "rumores do Oriente e do Norte" – são as mensagens da vinda de Deus que  perturbarão o papado. É Deus que vem do Oriente e do Norte. Deverão ser surpreendidos e suas atividades estão retratadas na profecia. Em algum nível, esta revelação deverá assustá-los, especialmente quando os acontecimentos não estão de acordo com seu domínio mundial. Portanto, a mensagem dos três anjos os perturbará. "Virá a seu fim e ninguém o ajudará" - uma aliança política que cairá na sexta praga é descrita em Apocalipse 17: 16-17 e fracassarão os membros da aliança com o Rei do Norte (os chifres de Apocalipse 17). Graças a Deus, que este poder vai acabar! O grande conflito vai cessar. Este poder pode tentar destruir o povo de Deus dos últimos dias, mas a promessa é que ele vai ter o seu fim, e não existirá ninguém para ajudá-lo.

15. O que acontecerá ao povo de Deus no tempo final de atribulações?
Rª: “E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro.” (Daniel 12:1)
Nota: Graças a Deus que o povo de Deus será livrado. No meio do final deste grande tempo de problemas, neste conflito final de grandes controvérsias, Miguel vem e liberta o povo de Deus, todas as pessoas que tiverem seus nomes escritos no livro. Enquanto os últimos dias serão tempos de problemas, Daniel termina com uma nota de segurança para o povo de Deus. O livramento virá, como o livramento veio para os hebreus da Babilónia, na fornalha ardente e na cova dos leões. Nós não precisamos estar preocupados sobre os detalhes dos eventos dos últimos dias, porque sabemos que finalmente o povo de Deus será livrado.

A MINHA DECISÃO: Senhor Deus, eu te louvo, porque És um Deus Fiel e Justo, que nos livrará no tempo de atribulação. Assim como tem dirigido a história do mundo, eu quero que dirijas também a minha vida.

José Carlos Costa, pastor

1 comentário:

Blogger disse...

If you need your ex-girlfriend or ex-boyfriend to come crawling back to you on their knees (even if they're dating somebody else now) you got to watch this video
right away...

(VIDEO) Why your ex will NEVER come back...